Aminoácidos BCAA Saúde e Bem Estar Suplementos

BCAA – Saiba o que é e para que ele serve3 min read

jan 10, 2022 2 min

BCAA – Saiba o que é e para que ele serve3 min read

Reading Time: 2 minutes

Um dos suplementos mais procurados no mercado fitness, além do famoso Whey Protein, é o BCAA, sigla para Branched – Chain Amino Acid, ou seja, Aminoácidos de Cadeia Ramificada. Esse suplemento é composto por três aminoácidos essenciais: valina, leucina e isoleucina.

Esses aminoácidos são considerados essenciais, pelo fato do nosso corpo não conseguir sintetizá-los, porém ainda precisam deles para o seu funcionamento. Na verdade, nosso organismo não é capaz de sintetizar metade dos vinte aminoácidos comuns, mas os obtém por meio da ingestão de alimentos ricos em proteínas e suplementação.

Aminoácidos essenciais estão presentes, principalmente nos seguintes alimentos:

  • Carne vermelha;
  • Frango;
  • Ovos;
  • Leite;
  • Feijão.

A junção desses três aminoácidos, valina, leucina e isoleucina, é responsável por quase ⅓ das proteínas musculares. Logo, esses aminoácidos essenciais auxiliam as células na produção de proteína, um elemento vital para construção da pele, reações celulares, combate de infecções e outras doenças.

Os benefícios do BCAA

Durante a prática de atividades físicas de longa duração, por exemplo, é normal que nosso organismo sinta cansaço, mas são os aminoácidos do BCAA que ajudam na produção de energia, evitando a famosa fadiga. Isso explica o sucesso do BCAA entre frequentadores de academia.

A ingestão de BCAA traz vários outros benefícios ao organismo, além da redução da fadiga. Conheça mais 9 benefícios:

  • Aumento da massa muscular;
  • Melhora da recuperação física;
  • Aumento do nível de proteína na musculatura de idosos;
  • Menor perda de massa muscular;
  • Ajuda pacientes com baixa mobilidade;
  • Diminuição do catabolismo;
  • Melhora da performance;
  • Ajuda na cicatrização;
  • Melhora imunidade.

Como tomar BCAA

Esse suplemento pode ser encontrado em pó ou em cápsulas. Ambas as formas de ingestão são válidas e a escolha varia de pessoa para pessoa. Mas sempre é bom lembrar que, independente da maneira como você toma, a dose precisa estar correta.

A dosagem correta deve levar em consideração sua alimentação e rotina de treino (intensidade e frequência), ou seja, quanto mais intensos e mais frequentes os treinos maiores, maior a demanda de BCAA.

Dessa forma, um atleta de alta performance, que treina diariamente, irá tomar uma quantidade diferente de BCAA de uma pessoa que frequenta a academia, mas faça menos treinos. Já que não é indicado tomar BCAA em dias sem treino.

Vale lembrar que a melhor forma de garantir a dose certa e o momento de ingestão é consultando um nutricionista ou médico especializado no assunto.

Mas e os efeitos colaterais?

O BCAA é composto por nutrientes que já estão em nossa alimentação. O consumo de carne vermelha e ovos, por exemplo, oferece uma boa concentração de aminoácidos de cadeia ramificada. Logo, nosso corpo está adaptado a esses aminoácidos e também necessita deles, pois não são sintetizados em nosso organismo.

Isso representa uma segurança maior na ingestão de BCAA por praticantes de atividade física, entretanto é preciso mencionar que mesmo não sendo comum, o BCAA pode causar náuseas dores de cabeça.

Acesse o nosso blog diariamente para ficar por dentro de assuntos como saúde, qualidade de vida, esportes e suplementos.

Avatar

O seu endereço de e-mail não será publicado.